Sobre a oficina

 Em novembro de 2015, o cineasta André Portugal Braga recebia o convite para a realização de uma oficina de Cinema e Vídeo no Festival de Cultura de Lagoa Santa-MG, formando assim o grupo que desde então se reúne para a concretização de um filme produzido, dirigido, editado e lançado pelos seus próprios integrantes de maneira colaborativa, didática e auto instruída.

Este projeto pretende traçar um panorama da arte e cultura popular na região periférica da Grande BH, através do acompanhamento dos seus próprios alunos, trajetória, cotidiano e histórias de vida do Mestre Gê ou Gersindo, que desenvolve seu trabalho com base na cidade de Lagoa Santa, envolvendo crianças, adolescentes e adultos em diversas manifestações populares, como Capoeira Angola, Candombe, Boi da Manta, Congado, Dança Afro e Cinema. Toda a linguagem desenvolvida parte do coletivismo, discussão e aprendizado sobre aspectos do cinema e cultura popular, desenvolvidos em oficinas audiovisuais e com cerca de 15 alunos da academia do Mestre.

Atualmente o projeto cinematográfico que já possui externas realizadas e previsões de filmagens até Maio de 2016, vem se mantendo através de voluntários e da vontade participativa dos alunos. A Companhia dos Atores da Pândega custeia o transporte e locomoção das filmagens, além de fornecer duas câmeras HDV Sony e uma ilha de edição.

Com o apoio deste edital, pretendemos envolver mais profissionais nas oficinas, abordar diferentes aspectos como áudio, fotografia e montagem, melhorar o equipamento elevando a qualidade do produto audiovisual final, contemplar aspectos de lançamento e distribuição, assim como continuidade e desdobramentos em novas produções pautadas no modelo colaborativo.

Mestre Gê interage com o Congado de Dona Izabel no Concórdia em Belo Horizonte, onde aprendeu e resgatou em Lagoa Santa à 19 anos, o Boi da Manta. Com a Capoeira Angola e o importante grupo “Eu sou Angoleiro” de Mestre João também na capital mineira, ele desenvolve um profícuo trabalho à mais de 20 anos, resgatando jovens através da cultura, da arte, e pelo mérito do qual ambos serão professores convidados de Saberes Tradicionais na UFMG a partir de 2016.

Com o Candombe, manifestação rítmica religiosa na bacia do Rio das Velhas, Mestre Gê dirigiu dois filmes tornando-se o guardião do Candombe da Várzea. Através de pesquisas e interações com outros Candombes da região, ele conseguiu restaurar os “tambus” perdidos, resgatados no porão de um asilo por ele mesmo e busca agora retomar sua memória rítmica.

(31) 3689-8442

 

(31)998313107

 

portugalbraga@grutadalapinha.com.br​
 

Endereço​​​​​​: Rua Argentina, 588, Gruta da Lapinha - Lagoa Santa - MG

  • Instagram
  • Facebook

© 2019 - Escalarte

Roda Gigante

Descreva sua imagem.